terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Dicas de um Pescador - Pescaria de Praia - 3o Parte

Então vamos as novas dicas para pescadores iniciante da modalidade pesca de pé na areia.

Quinta Dica: Qual o tipo de nó que posso utilizar.

O nó sempre é uma questão grande para os iniciantes. Hoje em dia existem uma infinidade de nós diferentes e que podem ser aprendidos através de vídeos na internet. Minha dica é, aprenda nós fáceis e eficientes, novamente para que complicar sendo que você apenas necessita ligar o anzol a linha ou o chicote a linha principal.

Para engatar o chicote na linha principal apenas faço um nó tipo laço, passando o laço do chicote no laço da linha. Aprendendo a fazer um laço simples você já conseguira liga-lo a praticamente toda a tralha, anzol, giradores, chicotes e etc...

Este é o nó de laço mais simples que existe.


Prefiro dar uma volta dubla durante o nó para deixa-lo mais seguro. A principal vantagem do nó tipo laço é que se pode trocar toda a peça bastando inverter o laço. Assim pode-se trocar anzol, girador, chicote e até chumbo.

Este nó de laço é muito seguro e muito difícil de se soltar.


Para amarrar giradores geralmente utilizo o nó único que é muito fácil de se fazer.
Na animação abaixo faz diversas voltas, apenas faço três e meus nós nunca se soltam.

Nó pratico para anzóis e giradores.


Sexta Dica: Que Chumbo utilizar.

Da mesma forma que os nós existe todo um miticismo sobre os chumbos.
Tudo quanto é formato para atender diversas situações diferentes.
Novamente vou simplificar tudo.

O chumbo possui a função de fixar a ponta da linha na areia de maneira que fique firme a ponto de esticar a linha, assim quando o peixe bater pode-se sentir na ponta da fara que tende a ser mais flexível que a outra extremidade que está o chumbo.
Desta forma deve-se possuir um equilíbrio no equipamento, chumbo muito leve é de difícil arremesso e fixa menos a linha, chumbo pesados são fácil de arremessas porem podem se enterrar com mais facilidade na areia dificultando a retirada.

Utilizo chumbo do tipo piramide, variando o peso entre as varas, nas varas que serão utilizadas para pescar na espuma e primeira quebra de onda peso 50g, para as varas na segunda e terceira ondas 100g.
Na maioria dos casos tem funcionado muito bem compensando a necessidade do arremesso e a fixação no fundo. Em praias de ondas mais fortes pode-se utilizar chumbos mais pesados, mas gosto mesmo no caso é de colocar um chumbo 100g com um de 50g, ou até dois de 50g, o formato ajuda a fixar e ao mesmo tempo não deixar que se enterre na areia.

Resumindo, não é necessário um arsenal de tipos de chumbos, com peso e forma diferentes.
Na maioria dos casos você resolve com chumbos tipo pirâmide de 50g e 100g.


Utilizo de 50g e 100g na maioria dos casos.

Veja também:
Dicas de um Pescador - Pescaria de Praia - 1o Parte
    Primeira Dica : Onde está o Peixe na Praia?
    Segunda Dica: Utilize Iscas Frescas.
Dicas de um Pescador - Pescaria de Praia - 2o Parte
    Terceira Dica: Anzol como prende-lo na linha.
    Quarta Dica: Linha a ser utilizada.


Pescaria pé na areia.

Um comentário:

  1. Parabens pelo artigo, bem instrutivo, assim como os dois anteriores.

    ResponderExcluir